Novos Media – Novas Sociedades

Será o mundo uma “aldeia global”? A humanidade pode ser reunida numa nova comunidade? Não. Cada sociedade tem a sua própria identidade, a sua cultura, a sua língua, a sua religião, a sua essência pessoal, a sua identidade. A existência de interacção pessoal é fundamental para a criação de comunidades. A transformação e alteração social implica um conceito de autonomia racional.
Do meu ponto de vista, as denominadas “redes sociais”, não facilitam o conhecimento de outras identidades, porém, facilitam a fragmentação da cada comunidade, contribuindo para um menor compromisso físico, moral e social. A rotura da forma de sociabilidade compromete o futuro das próximas gerações, provocando intensos problemas. Questões como a mentira, o engano, o anonimato, impõem sérios obstáculos à constituição de locais de acção comum, áreas de concordância, espaços de liberdade para a construção de cada sujeito, em função de cada identidade.
Em conclusão, as novas interacções sociais permitem construir novas identidades. Neste sentido, a construção de novas sociedades é cada vez mais uma expressão usada para definir as formas de agrupamento humano. Contudo, o “mundo” terá um longo caminho a percorrer, para funcionar como uma “aldeia global”. Para aspirar a ser uma aldeia interligada integralmente, o Homem vai ter limites que dificilmente são ultrapassáveis num só clique, barreiras inicialmente construídas com a essência humana e infinitamente genuínas.
“Quando comunicamos pelo telefone, rádio, televisão ou computador, onde estamos fisicamente presentes já não determina onde e quem somos socialmente’’ (Joshua Meyrowitz)

Milton Batista

Anúncios

Calendário

Março 2010
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Estatística

  • 879.288 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.230 outros seguidores

Anúncios

%d bloggers like this: