A cultura digital e os novos média

Reflectindo sobre os novos média, queria dizer que nem tudo sempre se trata de avanços tecnológicos. É bastante importante ter em claro o que eles trouxeram de novo para as novas sociedades e quais as suas consequências. Podemos hoje em dia ter a possibilidade de comunicar, representar, manipular e explorar de uma forma como há cem anos não se imaginava. A nossa cultura e as nossas vidas são hoje muito diferentes do que eram antes, fazendo parte de um fenómeno chamado revolução digital. É surpreendente como as ideias de um senhor nos anos 60, chamado Marshall Mcluhan, sobre “Global Village”, “Gutenberg Galaxy”, “Medium is the Message/Massage”, fazem hoje mais sentido que nunca, fazendo dele um profeta da mediatização.

Com a emergência da tecnologia digital e do uso individual do computador, o mundo têm-se vindo a alterar de forma muito rápida. Nunca na história do ser humano num tão curto espaço de tempo existiram tão rápidas e dramáticas transformações sociais e culturais como agora. Dia após dia novas ideias, teorias, máquinas são inventadas ou imaginadas.

Voltando aos efeitos da era digital, podemos com os novos média estar em contacto com pessoas ou eventos a nível internacional com uma frequência e rapidez que não se imaginave na era analógica. Aqui faço mais uma alusão à importância do conceito de “Global Village” de Mcluhan e ao crescente processo de globalização que se traduz pela combinação de forças económicas, socio-culturais, tecnológicas, políticas pelas quais as pessoas deste mundo estão conectadas.

No entanto, o que não falta são críticas e diferentes opiniões que esta cultura digital pode trazer. Alguns crêem que agora vivemos dentro de um mundo com maior diversidade cultural, onde podemos através dos novos média participar e dar mais as nossas opiniões ou ter acesso a qualquer tipo de conhecimento. Por outro lado, é também dito que esta forma de cultura ainda pode vir a tornar o ser humano mais desigual. Nos países menos desenvolvidos está mais que visto que são poucos os que têm acesso a estas novas tecnologias. Nos países desenvolvidos, os jovens cada vez mais possuem uma quantidade de informação desnecessária e fútil, tornam-se mais comodistas, consumistas e preguiçosos.

Pedro J. Chau

Anúncios

Calendário

Março 2010
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Estatística

  • 888.626 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.230 outros seguidores

Anúncios

%d bloggers like this: