Arquivo de 27 de Março, 2010

Dependente ou não dos recursos?

” Quem é que conseguia viver sem electricidade”?…

Dia 27 de Fevereiro, sábado à tarde, eu e a minha irmã ficámos sem electricidade em casa devido ao mau tempo que se fazia sentir nos últimos dias. Estava a secar o meu cabelo que acabou por ficar meio seco. A minha irmã entrou em pânico. Tinha de tomar banho para ir lanchar com os amigos. Mas não havia água quente. Sentei-me no sofá, sem televisão, pensei ir para a internet. UPS, também não tinha internet. Comecei a ficar desesperada. A minha irmã liga à minha avó para saber se tinham electricidade e se podia ir tomar o seu banho. A minha avó tinha electricidade em casa. Mas… o carro estava na garagem, o portão eléctrico sem energia não dá para abrir. Desespero outra vez. Ia fazer um chá para nos acalmarmos mas a cafeteira eléctrica também não funcionava. O meu telemóvel começou a dar sinal de bateria fraca. Também não o podia carregar. O caos instalou-se em minha casa. Começou a escurecer, acenderam-se as velas. Por volta das 8 horas, finalmente, a electricidade fez-se sentir. De um momento para o outro toda a casa se iluminou, até parece, até parece não, de facto tínhamos andado de interruptor em interruptor mesmo sem energia eléctrica, o som surgiu de várias formas, televisão, computador, cafeteira eléctrica, máquinas de café, louça, roupa, estores eléctricos a subir e a descer. Agora reflicto… afinal quem dá vida ao ambiente, nós as pessoas ou as coisas que nos rodeiam? Seremos nós, quero eu continuar acreditar.

Já podia acabar de secar o cabelo, estar na internet, ver televisão ou apenas ligá-la e fazer dela a minha companhia. A minha irmã já podia tomar o seu banho e sair com o carro. Eu rendi-me ao desgaste e adormeci. Realmente, sem electricidade parecia que não podia fazer nada, que o mundo tinha parado. Sem energia eléctrica ficamos nós, também, sem energia. É a dependência dos recursos, afinal poderia ter saído e fazer uma caminhada ainda que com galochas e gabardina ou, então, mais confortável, acender a vela e tirar um livro da estante. Mas não! Rendi-me ao facto de que sem energia também eu fico “off”. Com este pequeno exemplo posso concluir que não, eu não conseguia viver sem electricidade.

Sara Reis Araújo

Anúncios

Calendário

Março 2010
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Estatística

  • 888.626 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.230 outros seguidores

Anúncios