A Imediação e Hipermediação na fantasia do Cinema

Quando falamos de imediação e hipermediação, podemos abordar uma infinidade de exemplos para entendermos ou tentarmos explicar do que se trata estes dois conceitos. A imediacia nos propõe uma transparência entre nós espectadores, e o meio que prende nossa atenção. Deste modo, nós não temos a noção que uma pessoa em um palco é um ator. A intenção do ator, juntamente com a preparação de todo um ambiente, nos leva a crer que o papel que ele exerce no momento, é o real que nos é apresentado. Até que, no final da peça teatral, a pessoa se revela como ator e agradece aos aplausos, fala com o público, etc. Neste momento a hipermedicia se torna exemplo, desmontando, digamos assim, a ilusão e a transparência que a imediação proporcionou até então. É a lógica a opacidade onde, o meio enquanto personagem, expõe sua materialidade quanto ator.

Mas, e no cinema? Em qual momento podemos apontar os mesmo exemplos citados acima?

Com a evolução dos meios de reprodução cinematográficos, foi possível agregar materiais que anteriormente não eram possíveis e nem mesmo se existia a preocupação de produzi-los.  Em um DVD, por exemplo, encontramos muitas vezes, um material extra sobre a produção da obra, denominado Making Of. E é incluído neste material um dos exemplos de hipermediacia no cinema, os erros de gravação.

E com o passar do tempo, as obras, não só as de atores reais, mas também as obras de animação, foram ganhando Making Of e até mesmo, os erros das supostas gravações. Neste caso, temos também o exemplo da imediação, onde se faz a “ilusão” que os personagens existem realmente e estão trabalhando como atores reais, mas também da hipermediação, onde os personagens que conhecemos no filme em si, “desmontam” seus personagens e se revelam “atores” em seus erros normais em uma gravação de uma obra cinematográfica.

No exemplo abaixo, temos os “erros de gravações” do filme “O Rei Leão”, da Walt Disney, lançado originalmente no ano de 1994, e que está colocado como a segunda animação de maior bilheteria, ficando atrás de Toy Story 3, também da Walt Disney.

Francimar Santos


Calendário

Abril 2013
M T W T F S S
« Mar   Maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatística

  • 525,942 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: