Sistemas computacionais no fazer artístico

Em alguns grupos artísticos é possível de se observar como os sistemas computacionais interagem em suas práticas, no caso específico a música, onde é possível criar composições num pequeno espaço de tempo.

Podemos encontrar dentro desses sistemas possibilidades de fazer música, apartir de elementos que proporcionam montar várias vozes melódicas e uma harmonia. Como exemplo o GarageBand, programa oferecido pela Apple. Este aplicativo funciona como um estúdio, assim podendo fazer gravações.

Podemos observar esse exemplo a partir do vídeo acima, o grupo de tecnomelody “Gang do Eletro”, que utiliza apenas um aparelho eletrônico para criar suas composições.

Essas ferramentas de gravações, permitem reduzir o tempo que pode ser gasto e também o custo que músicos podem ter em estúdios, porém vem afetar de maneira negativa um outro lado que são as práticas dos demais artistas, no que diz respeito ao lucro e a valorização do estudo próprio da música, pois há muitos músicos que se questionam: “Por que passo horas estudando meu instrumento, enquanto outra pessoa está obtendo ganhos com a prática da gravação, podendo até mesmo não ter um conhecimento musical?”

Hoje em dia, muitos cantores utilizam esses programas para criarem suas músicas, até mesmo sem precisar sair de casa ou até mesmo pagar para terem serviços de gravação, como é o caso dos grupos de tecnomelody, um dos gêneros musicais típicos do norte do Brasil. Depois de terem suas gravações, são incluídas as vozes, onde as mesmas são remixadas por um Dj que utiliza o mesmo programa para obter um efeito “especial” esperado.

Letícia da Silva Farias


Calendário

Abril 2013
M T W T F S S
« Mar   Maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatística

  • 524,910 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: