Remediação da perspectiva

Uma das maiores invenções de maior impacto no Renascimento italiano no séc. XV foi a perspectiva linear, com um ponto de fuga e para tal proposito muitos artistas utilizavam uma máquina chamada perspectografo  atribuída sua invenção a Leonardo da Vince.  O uso do objeto consistia em ver a paisagem ou objeto desejado através de um pequeno orifício em uma tábua e mais a frente um retângulo de vidro quadriculado, possibilitava ao artista desenhar aquilo que observava em proporções justas dando os efeitos causados pela ótica.

Mas tarde no período Barroco uma antecipação daquilo que futuramente seria utilizado para desenvolver a máquina fotográfica foi utilizado por muitos artistas; a câmara escura consistia em uma caixa fechada que possuía um pequeno orifício  com uma lente, por este orifício era projetado ao interno da câmara a imagem exterior, porém invertida. Jan Vermeer, um dos grandes artistas flamingos  se favoreceu muito desta técnica. A perspectiva projetada pela imagem invertida era de excelente qualidade modificando-se de acordo com a lente utilizada. As obras auxiliadas por esse aparato técnico criam a sensação do real em pequenas ou gigantescas “janelas pintadas”.

Nas oficinas dos artistas existiam muitos aprendizes que acompanhavam os mestres nas execuções de muitos trabalhos e também para aprender ou aprimorar os ofícios copiavam as obras assim exercitando as técnicas onde que de certa forma os meios de remediações estavam presentes.

Há pouco mais de um ano foi descoberto no museu do Prado uma cópia fiel da obra La Gioconda de Leonardo da Vince; depois de muitos estudos chegou-se a um parecer que a obra foi executada por um de seus alunos e que a copiou tendo como referencia a original. Com isso descobriu-se  a verdadeira tonalidade da obra visto que a original sofreu muito com a ação das antigas intervenções e do  tempo. Nesse caso a remediação  favoreceu a possibilidade de conhecer um pouco mais das particularidades da paleta de cores que Leonardo da Vince usava.

 

Hoje, pode-se prevalecer de imediacia por exemplo, como o ato de usar uma imagem de um dos quadros de Jan Vermeer  como proteção de ecrã do computador; mantem-se a fina imagem da realidade da obra de arte alterando o meio em que ela é exposta. A partir desse momento não se tem noção de qual o suporte original da obra, poderia ser pintura óleo sobre madeira ou tela, mas na realidade da imagem computadorizada  isso é altamente irrelevante.

Luís da Paixão.


Calendário

Abril 2013
M T W T F S S
« Mar   Maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatística

  • 525,046 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: