Arte e Tecnologia

Eisntein provou que o tempo e o espaço são relativos, mas coube a tecnologia propriamente dita por isso as escancaras, e mais precisamente, se podemos contar o tempo pela evolução tecnologica, o maior desenvolvimento da tecnologia diminuiu cada vez mais o seu próprio tempo necessário a sua evolução. E a cultura, como parte do homem e de seu mundo não se manteve imune, a arte foi inubitavelmente atingida.

É fácil encontrar exemplos nos quais a tecnologias funcionam como veiculo comunicativo, divulgador e parte integrante da arte, ou ainda de uma pseudo-arte: a televisão, a rádio, a internet, propalam informações diversas em seus funcionamentos, e aliás, transportar é a premissa deste, afinal, o que seria de todos esses equipamentos sem seu caracter comunicativo?

Em especial esta tecnologia não transforma a arte em questão intencionalmente em sua essência, no entanto, ou deixa a arte intocada ou a adapta, de forma que como exemplo: um concerto transmitido via internet, não altera a arte em substância, no caso a música, porém sabemos que não é a mesma sensação de como assistir in loco.

Em outros casos se tenta dar uma originalidade independente as artes que são derivadas de uma mesma, como nos casos das telenovelas, dos seriados e do cinema em relação ao teatro, de certo é claro que estes últimos são difrentes entre si, mas cabe reconhecer que são todos derivados do teatro, e que por exemplo, se não tivesse a televisão (divulgador tecnologico) as telenovelas seriam recitais teatrais, o mesmo para os seriados e o cinema, ou seja, a arte não foi alterada em sua essência e sim adaptadas pela tecnologia.

Utilizar a técnologia como parte da expressão artística é a grande mudança que chegou com a evolução. Essa relação entre arte e tecnologia acompanha a história da humanidade, mas hoje as possibilidades de criação são tantas que é difícil estabelecer a fronteira entre uma e outra.

Podemos observar no teatro no trabalho do diretor e ator Bob Wilson, como ele faz seu teatro pós-dramático utilizando de recurso técnicos para seu trabalho, ultilizando luz, efeitos visuais para dar maior expressionismo à sua arte.

http://www.youtube.com/watch?v=PYDZj8kZq_A

“Uma das tarefas mais importantes da arte foi sempre a de gerar uma demanda cujo atendimento integral só poderia produzir-se mais tarde. A história de toda forma de arte conhece épocas críticas em que essa forma aspira a efeitos que só podem concretizar-se sem esforço num estágio técnico, isto é, numa nova forma de arte. (…) Toda tentativa de gerar uma demanda fundamentalmente nova, visando à abertura de novos caminhos, acaba ultrapassando seus próprios objetivos.” Walter Benjamin em A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica.

Caroline Dominguez


Calendário

Maio 2013
M T W T F S S
« Abr   Jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Estatística

  • 525,942 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: