A ARTE ACOMPANHA AS MUTAÇÕES HUMANAS

Vivemos em constante mudança dos hábitos praticados pela sociedade e dentre essas mudanças temos o fato de as tecnologias digitais terem assumido o papel principal quando se trata de contato com o mundo exterior.
Dentro de minha própria casa posso fazer compras, pagar contas, ver filmes online e conversar com pessoas que podem estar espalhadas no globo quase tudo em tempo real, dependendo da ligação de Internet que se tem acesso.
Em meio a esta nova realidade, de seres sedentários, em que vivemos a arte vem ganhando nova roupagem e destaco o grupo de alunos da fundação Clovis Salgado CEFAR que em seu trabalho de conclusão presentou o espetáculo teatral Play me.
O espetáculo montado por estes alunos visa justamente este público que esta ligado a Internet continuamente, e realizam um projeto audacioso de um espetáculo interativo, transmitido ao vivo online.
Os espectadores poderiam opinar em determinadas decisões das personagens e assim o grupo permitia que o público tivesse com o poder nas mãos assim como em um vídeo game.
Temos ali o jogo teatral acontecendo frente a nosso alhos em tempo real, e mesmo não estando diretamente frene a uma plateia, eles estão lá e fazem questão de participar respondendo as questões que lhes são colocadas.
Mas o que mais interessa é pensar a que ponto de distanciamento físico chegaremos graças aos avanços digitais?
A comodidade de não precisarmos sair de casa para fazer diversas coisas vem gerando na humanidade uma necessidade de não encontro para experienciar a vida.
Percebemos facilmente o quão prático é ter tudo o que precisamos interligados. Reclamamos fortemente quando nos deparamos com algum serviço que não possa ser resolvido de forma online, onde evitamos filas e principalmente a fadiga.
É um tanto curioso ver a atitude deste grupo que tenta enquadrar aos meios digitais sua criação teatral e fazem um espetáculo em linha e na tentativa de suprir a troca que há entre o palco e o público durante um espetáculo teatral, eles colocam em sua estrutura uma espécie de enquete sobre a opinião do público sobre o desenrolar da trama.
A enquete esta relacionada a tomadas de decisões que mudam todo o desenrolar do final.
O grupo coloca nas mãos do público o final da peça. Coloca o espectador com o poder de decisão dos acontecimentos, dando o que tem se tornado o desejo da humanidade que é o controle.
O projetos desses alunos coloca mais uma vez o poder de decisão do usuário/espectador em um click no computador.

Patrícia Grigoletto


Calendário

Maio 2013
M T W T F S S
« Abr   Jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Estatística

  • 525,046 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: