O “delay” dos “non users” e a exclusão social

Ping. Enquanto não utilizadora de redes sociais encontro-me numa situação distinta da maior parte das pessoas da minha faixa etária no que respeita a aquisição de informação e a manutenção de contacto com amigos, colegas e família. Falo concretamente da partilha realizada entre utilizadores acerca de questões pessoais e/ou profissionais que, transmitidas em rede, ficam acessíveis a todos os participantes e excluem todos os não participantes. A maior parte desta partilha instantânea chega ao meu conhecimento com um atraso significativo ou não chega de todo. Acaba por ser um óptimo filtro: só chega até mim o que é relevante, o que não implica, no entanto, que me chegue tudo o que é relevante.

A ilustração que consigo elaborar é a minha constante carência de contexto nas conversas entre amigos e a repetida frase que recebo: “Ah, pois é… tu não tens facebook…”.

Parece-me que este “delay” se acentua pela transformação que a globalização da rede social imprimiu nas efectivas relações sociais. O que anteriormente seria o “pôr a conversa em dia” é agora transmitido gratuitamente a todos os que participam em cada rede. A conversa está sempre em dia sem ser necessário que aconteça sequer. É neste sentido que enquanto não utilizadora me vejo mais lesada nas relações sociais, pois como todos supõem que todos sabem de tudo, não vêm sentido na repetição da informação em contexto não digital, deixando-me alheada.

Apesar de trazer consigo aspectos certamente positivos, esta transformação na forma como as relações sociais acontecem vem criar uma nova matriz de exclusão social: a já referida exclusão social no contexto privado, mas também a exclusão social num âmbito mais generalizado. Os “non users” são exceptuados ao acesso a informação promocional, à divulgação de eventos, à partilha de ideias em contexto de trabalho/projectos, aos convites para festas de aniversário de amigos próximos (já por dois anos consecutivos) , à acessibilidade a concursos e passatempos… Serão os não utilizadores os responsáveis pela sua própria exclusão por não acompanharem o avanço e a alteração das formas de comunicação em sociedade? E nesse sentido, estará a sua liberdade de opção comprometida pelo acrescento digital nas relações sociais? Pong.

Margarida Neves


Calendário

Fevereiro 2014
M T W T F S S
« Dez   Mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  

Estatística

  • 527,102 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: