Remediação das Tecnologias

Bolter e Grusin, dois teóricos, que se basearam na obra “Understanding Media” de McLuhan, para criar a obra “Understanding New Media”, afirmam que a remediação é a principal característica técnica e formal dos meios digitais.
Com esta afirmação, os autores concluem que hoje em dia, os novos media digitais são remediação de outros media, ou seja, um media mais antigo é remediado e surge um novo media. Por exemplo, o jornal impresso é remediado pelo jornal digital/eletrónico, ou a pintura remediada pela fotografia. Esta remediação permite a que os novos meio digitais possuam novas coisas que o meio mais antigo não pode ter. Por exemplo, no caso do jornal digital, é possível ter vídeos e entrevistas em direto, o que não acontece no jornal impresso. Este aspeto facilita o utilizador, pois pode ter acesso imediato a novas notícias que vão surgindo nas últimas horas, e que eventualmente lhe pode ser útil.
Bolter e Grusin, falam ainda de quatro tipos de remediação, que revelam a forma como os dois meios estão presentes uns nos outros. Estes quatro tipos de remediação são os seguintes: meios que incorporam meios anteriores procurando as diferença, meios que incorporam meios anteriores acentuando a diferença, meios que absorvem inteiramente o meio anterior e meios que incorporam outras formas oriundas do seu próprio meio.
Em suma, podemos dizer que os meios digitais de hoje em dia são remediados por outros meios mais antigos, e por vezes ainda estes são remediados por outros. Entre esta remediação, os dois meios podem estar mais ou menos visíveis, um no outro, ou seja, no novo meio, pode estar mais ou menos visível as características do meio anterior.

Henrique Escada


Calendário

Abril 2014
M T W T F S S
« Mar   Maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Estatística

  • 525,046 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: