p r e s e n ç a

É difícil fazer com que as relações interpessoais durem, vai sempre haver o momento em que não vai haver nada para dizer e é nesse momento que os relacionamentos passam maus bocado – quando não ficam suspensos. É aqui que a problemática da comunicação começa. É preciso estar fisicamente presente para manter uma relação (relação de amizade/romântica)? É preciso haver contacto diário?

Para abordar este problema, dou o exemplo de um casal estadunidense. Jesse e Sam conheceram-se via Tumblr, aos 18 anos. Conversavam por telefone, mensagem e Skype. Começaram o namoro a fevereiro de 2011 e o noivado a setembro do mesmo ano. Moram juntos desde 2012 e têm agora 22 anos.

Conheci este caso de relacionamento à distância pelo vídeo “love 2054 miles away”, muito partilhado e falado em 2011, em que Jesse explica o complicado que é estar numa relação a mais de 3305.5 quilómetros de distância.

E estiveram juntos pela primeira vez no verão de 2011.


   How could I love/date a girl I have never met?

Love is a feeling someone gives you, something a person can’t control. It is one thing to love a complete stranger, but I wouldn’t call her a stranger at all. Just because I haven’t physically been there for her, I have been there emotionally and I think that is the most important part of any relationship. Plus, all we do every day is learn about each other because we CAN’T be there physically. So instead of all that physical stuff getting in the way, it opens up so much more time to talk and learn more about each other.

 – Jesse em resposta a uma pergunta anónima via Tumblr


Jesse Ryan resolve um dos problemas propostos por pessoas que não compreendem como é possível a aproximação de alguém sem nunca ter estado com essa pessoa. “… tudo o que fazemos todos os dias é conhecermo-nos porque NÃO PODEMOS estar juntos fisicamente. Por isso, em vez de a parte física se por no caminho, dá-nos muito mais tempo para nos conhecermos.”

Este caso é somente um exemplo, existem muitas relações amorosas à distância que funcionam, existem muitas amizades à distância que funcionam. Já estive dos dois lado da equação, sei como é viver essa experiência. E sou totalmente da mesma opinião de Jesse, existe muito mais tempo para duas pessoas se conhecerem quando não estão fisicamente próximas. Se o físico faz falta? faz, sem dúvida. Não conhecer a textura da pele da outra pessoa nem o seu cheiro custa, não há chamada nem video chatting via Skype que o possa substituir. Mas se depois de as pessoas se conhecerem tiverem oportunidade de estarem juntas, terão muito mais intimidade e confiança no outro.

Carlos Vicente Paredes


Calendário

Junho 2015
M T W T F S S
« Maio    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatística

  • 526,615 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: