Tecnologia digital como desvantagem

Tema de escrita: De que forma o software, isto é, a camada computacional da tecnologia condiciona as práticas culturais, sociais e artísticas? 

A camada computacional faz parte do nosso quotidiano, e na verdade grande parte de nós já não conseguiria ter uma vida normal sem que o nosso computador, ou os aparelhos que agora são adaptados, nos acompanhassem para todo o lado. Temos que admitir que a sua ajuda é do mais variada possível, para mim como aluna ajuda-me imenso com os meus trabalhos, mas também como jovem e “vitima” desta sociedade rápida e avançada permite-me de todas as maneiras comunicar com os meus amigos. Torna a nossa vida muito mais fácil e rápida, porque hoje em dia basta apenas um clic para que possamos ter acesso a tudo aquilo que pretendemos sem ser necessária deslocação.

Claro que existem milhões de vantagens em usufruir desta camada computacional, mas em contra partida também condiciona certas práticas da nossa vida, sem muitas das vezes nem nos apercebermos; como as práticas culturais, sociais e artísticas.

Se pensarmos um pouco sobre as práticas culturais e artísticas e reflectirmos, encontramos  a verdade dos factos. Agora cada vez mais, e de uma forma mais simplificada conseguimos ver um filme sem sequer ligarmos a televisão, ou mesmo irmos ao cinema. Hoje em dia existem sites que nos permitem ver filmes online, e que nos vão mantendo constantemente actualizados. Mas não é só através de sites, mas também o “sacar” se tornou uma solução para grande parte da população. São cada vez menos as pessoas que se deslocam até a uma sala de cinema para ver um filme, mesmo que em casa não seja tão real e a qualidade da sala de cinema ultrapasse o ecrã do computador. As comunidades preferem o pequeno ecrã à grande tela. Com o teatro, com a dança ou mesmo com exposições, os exemplos são os mesmos, claro que não tão evidentes, mas também cada vez mais notórios, as pessoas comparecem cada vez menos nestes espectáculos, porque são substituídos pela camada computacional, e porque sabemos que possivelmente poderemos ver mais tarde, ou no site apropriado ou mesmo no Youtube que engloba todo este tipo de performances. Relativamente por exemplo às artes plásticas, quando queremos ver algum quadro, escultura, de algum artista que gostamos, basta-nos escrever no Google a sua obra e em dois segundos o resultado aparece. Não precisamos de nos deslocar até Paris, Nova Iorque ou Madrid para ver o que tanto desejamos, temos oportunidade de o fazer  através de uma viagem virtual, claro que a qualidade não é a mesma e a experiência não é adquirida, mas apesar das desvantagens que a camada computacional constitui nestas práticas, acho que neste aspecto é uma vantagem, pois não é qualquer pessoa que desembolsa uma grande quantidade de dinheiro para uma viagem de luxo, e através da informação que recebemos da camada computacional podemos manter-nos informados e com alguma cultura.

O condicionamento das práticas sociais tem sido aquele que mais me tem vindo a chocar ao longo destes anos de avanço desenfreado. De dia para dia passamos cada vez mais tempo em frente ao computador. Falando do Facebook que se transformou numa nova moda; as pessoas gastam cada vez mais do seu tempo a ver o perfil dos amigos, a encontrar novas pessoas para pedir em amizade, ou mesmo a falar com os amigos pelo chat, são capazes de passar horas em frente ao ecrã apenas a percorrer esta famosa página. Mas infelizmente esta prática atingiu miúdos e graúdos,  hoje em dia até vemos os nossos pais, ou mesmo tios e avós a aderirem a este tipo de práticas computacionais, e mesmo os mais pequenos dedicam-se a jogos online e a sites sobre os seus temas preferidos. O convivo, entre as pessoas, está a desaparecer lentamente e cada vez mais, se não forem entidades como a escola ou mesmo a Universidade, o emprego, a população quase não convive. É típico ouvirmos os nossos pais e avós a recordarem os jogos de futebol entre aldeias, o jogo da macaca, do lenço ou do berlinde, em que as crianças e jovens se juntavam nas ruas e eram capazes de passar assim, horas e horas a fio sem precisarem de um aparelho electrónico. Mas hoje em dia, até esta população dos velhos tempos tem que acompanhar a evolução astronómica e cada vez mais rápida da tecnologia que nos rodeia.

Marta Veloso


Calendário

Abril 2013
M T W T F S S
« Mar   Maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatística

  • 527,102 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: