Out with the old, in with the new

New media are doing exactly what their predecessors have done: presenting themselves as refashioned and improved versions of other media, digital visual media can best be understood through the ways in which they honor, rival, and revise linear-perspective painting, photography, film, television, and print.” (Bolter and Grusin, 1999, p.14)

Esta afirmação refuta a ideia de que as novas tecnologias, os novos média, são totalmente novos. A remediação como conceito lógico e até prático, defende que os meios digitais deste século não são mais do que upgrades dos meios anteriores, ou como que versões melhoradas e sucessivamente adaptadas às necessidades do consumidor; com tendência a reunir cada vez mais meios num só aparelho, num só meio.

my-new-camera-phoneO telemóvel é, provavelmente, o exemplo que a maioria de nós mais frequentemente utiliza para sintetizar fisicamente a remediação. Com uma breve viagem no tempo, podemos aperceber-nos de que este pequeno objecto que hoje nos cabe no bolso e que podemos autonomamente levar para qualquer lado, era impensável até há umas décadas atrás. Figurativamente falando, e como forma de perceber a remediação, podemos utilizar o exemplo que dei anteriormente para perceber como é que o conteúdo de um meio está presente noutro, e vice-versa. Um telemóvel do século XXI, e analisando, por exemplo, um telemóvel ou um smartphone desta geração, como lhe queiramos chamar, já seria o equivalente a carregar numa mochila uma máquina fotográfica (já com uma boa resolução), uma máquina de escrever, um papel, uma caneta, uma calculadora, uma lista de contactos, um relógio, um álbum de fotografias, uma bússola, um rádio, entre tantos outros que poderíamos enumerar. Todos estes meios incluídos neste meio “maior”, são o conteúdo que verdadeiramente “sofreu” o fenómeno da remediação por parte de dezenas de empresas que oferecem num único produto, a fusão de tantos outros.

sell-old-mobile-phones

Creio que seja inevitável que a remediação se torne cada vez mais sintomática, já que a propensão para a globalização está intimamente ligada com os novos média.

Maria Miguel


Calendário

Abril 2015
M T W T F S S
« Mar   Maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Estatística

  • 526,607 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.226 outros seguidores


%d bloggers like this: