A Internet e o seu impacto nas Relações Interpessoais

Tema de Escrita: Como está presente a mediação digital no meu quotidiano? Como uso a internet e o computador? Como tomo parte nas redes sociais electrónicas?

Há cada vez mais um enclausuramento da sociedade “aos ecrãs”, especificamente aos ecrãs que pessoalmente designo como “isolados”. Enquanto antigamente ver televisão era uma actividade familiar, em que toda a família se reunia para ver o programa que dava no único canal existente, actualmente, devido a toda uma panóplia de ofertas que se adaptam aos gostos particulares de cada um, muitas vezes o ecrã que seria naquele tempo o único da casa (e que funcionava como actividade de entretenimento para toda a família), hoje em dia “multiplica-se” passando por televisão, computador, playstation, ipad, etc… A sociedade passa assim a ser muito mais anti-social, se é que assim posso chamá-la, pois cada um se centra no seu objecto tecnológico, perdendo certas capacidades comunicativas, ou pelo menos diminuindo-as, porque o hábito de conversar virtualmente é tão vulgar, que a conversa dita “tradicional” já não é encarada de forma normal… Cada vez mais é complicado falar em público, pois todos estamos habituados, ou mesmo viciados em ter apenas um ecrã e um teclado para conversar/trabalhar. O falar em público ou mesmo apenas com um colega torna-se cada vez mais difícil, porque o hábito é conversar com uma máquina. O maior problema da sociedade actual é precisamente o “saber conversar”.

Desde que nascemos (ou mesmo antes de nascer) somos “atacados” por uma montanha de tecnologia e por vezes ficamos mesmo viciados. Ou em jogos, redes sociais, compras, ou apostas online, a internet está lá para satisfazer os nossos caprichos, ou para conversar com os amigos (que mesmo estando na porta do lado preferimos falar via máquina), ou as compras (preferimos pagar o preço extra de entregas ao domicilio, a levantarmo-nos do sofá e sair).

Embora tenha pontos muito positivos, a internet tem ainda sérios problemas, pois pode levar-nos a comportamentos que para além de prejudicarem a nossa saúde física, podem também afectar a saúde psíquica (existem actualmente diversos estudos sobre uma nova doença de “Compulsão à Internet”!). Penso que a reflexão é essencial, principalmente da parte dos pais e educadores que permitem o acesso demasiado prematuro das crianças ao computador e aos aparelhos electrónicos, porque nos primeiros anos da vida é vital o contacto humano e não o isolamento da criança com “vidas virtuais”!

Cláudia Sousa

About these ads

Calendário

Março 2012
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Estatística

  • 330,476 hits

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1.211 outros seguidores


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.211 outros seguidores

%d bloggers like this: